Furadeira de bancada: para que serve

O mercado foi se aprimorando em diversos segmentos e os profissionais de marcenaria e carpintaria adoram as furadeiras de bancada. Mas você sabe para que elas servem e como utilizá-las?

Sempre que há a necessidade de aperfeiçoar um trabalho ou melhorar um equipamento, algumas alternativas são pensadas visando essa qualificação. A furadeira de bancada é exatamente assim, pois foi desenvolvida para permitir trabalhos em materiais mais resistentes.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Qual a função da furadeira de bancada?

O trabalho se recicla e a necessidade de diferentes equipamentos para suprir as necessidades aparece. A furadeira de bancada é um ótimo exemplo disso. Ela é recomendada para uso profissional em oficinas de marcenaria e carpintaria e é uma ferramenta mais robusta que o modelo tradicional.

Como seu próprio nome já diz, esse produto tem em sua estrutura uma bancada para que os materiais mais resistentes, como madeiras e metais mais espessos, sejam perfurados com mais facilidade. Dessa forma, os trabalhos se tornam mais precisos e com uma maior qualidade.

Como esse equipamento é mais indicado a profissionais qualificados, o seu manuseio requer uma série de cuidados e o uso de EPIs é essencial para um trabalho seguro.

Como eu escolho a furadeira correta?

Você decidiu adquirir sua primeira furadeira ou precisa trocar a que já está com você. Diante da atual diversidade de tipos e modelos, é fácil ficar em dúvida sobre qual é a melhor opção para você. Por isso, separamos algumas dicas que com certeza te ajudarão nesta tarefa de escolher sua furadeira.

Selecione o tipo de furadeira

De uma forma geral, os diferentes modelos de furadeiras são classificados como: hobby, profissional e industrial, sendo que ainda há a subdivisão de profissional leve e pesado. As diferenças estão basicamente na potência e, principalmente, na qualidade das peças utilizadas na sua fabricação, por isso é importante ficar atento aos tipos de furadeiras.

Hobby

As furadeiras hobby, ou furadeiras de uso doméstico, têm um uso mais leve e são geralmente usadas por um período mais curto e para pequenos trabalhos. Podem chegar a até 700 W de potência e alguns modelos possuem a reversão de impacto. Sua aplicação abrange madeira, alvenaria e aço.

Profissional

As furadeiras chamadas profissional leve são ferramentas um pouco mais robustas, mas que também podem ser empregadas em uso domésticos. Sua vida útil supera a das furadeiras hobby e suportam períodos mais longos de uso. Podem ser utilizadas no concreto. Já as do tipo profissional pesado são específicas para uso contínuo e em materiais pesados. Sua potência pode chegar a 1.100 W.

Industrial

Por último, a linha industrial é composta por marteletes perfuradores e rompedores. Essas ferramentas têm uma força de impacto muito maior que as furadeiras, uma vez que são equipadas com sistema de impacto por pistão eletropneumático. Possuem ainda o sistema de rompedor, em que a ferramenta dá pequenos socos, fazendo com que o material aplicado seja quebrado. Pode ser usada no concreto e na alvenaria.

Escolha o mandril

O elemento de fixação das brocas, chamado mandril, pode apresentar algumas variações de modelo ou medida. Há o mandril em que o aperto da broca é feito com uma chave de mandril e há o modelo de engate rápido em que o aperto é feito manualmente. Nas furadeiras mais comuns, o sistema mandril com chave é o mais utilizado, com tamanhos de ½”(polegada), 3/8”(polegada) e de 5/8” (polegadas). As de ½“ podem utilizar uma gama de tamanhos de brocas maior que as de 3/8“, e as de 5/8” podem utilizar brocas maiores que as de ½”.

Confira os sistemas e modos de operação

Os modelos de furadeiras podem ou não ter seu sistema variável, em que é possível reverter a rotação do equipamento, podendo utilizá-las como parafusadeira ou para destravar a broca quando se prende na perfuração, por exemplo.

Existe a opção do sistema eletrônico, no qual a velocidade da furadeira é controlada no gatilho: quanto mais você aperta o gatilho, mais rotação a furadeira vai ter. Esse sistema é ideal para furar peças metálicas, em que a perfuração se inicia com uma rotação menor e vai aumentando gradativamente.

Por último, temos o modo de perfuração: “sem impacto” para furar madeira, ferro e aço, “com impacto” para furar alvenaria e concreto, e “martelete” para quebrar e romper.

Que tipos de furadeiras existem?

Além da furadeira de bancada, existem outros tipos de furadeiras que podem ajudar muito no dia a dia do trabalho e até para reparos em casa. Conheça agora quais são. 

Furadeira portátil

É comum as pessoas terem em casa, para trabalhos não profissionais, por isso é conhecida também por furadeira caseira. A força de avanço é feita pelo operador da furadeira que pressiona a ferramenta contra o material, e a rotação é feita pela própria máquina. Esse é um tipo que vem com as peças já montadas, uma furadeira pronta para a utilização. Normalmente é utilizada em casa ou em locais menores que não permitem a operação de uma furadeira maior.

Furadeira e parafusadeira

Do mesmo modo que a anterior, é um dos tipos de furadeira muito utilizada para uso domiciliar, pelo seu tamanho reduzido, pois não necessita de grandes espaços para executar o trabalho, e pode ser armazenada facilmente. Se destaca pela praticidade dupla de furar e parafusar, que facilita muito o trabalho de pessoas que a utilizam em casa.

Furadeira sensitiva

Esse é um dos tipos de furadeira conhecido pelo uso em pequenas perfurações. Caracteriza-se pelo avanço suave do madril, feito por uma manivela controlada pelo operador do instrumento. Dessa maneira é possível sentir o avanço da broca no material, por isso leva o nome de sensitiva.

Furadeira de coluna

Essa ferramenta recebe esse nome por conta da presença uma coluna de união entre o cabeçote e a base. Apesar do tamanho avantajado, esse instrumento permite a utilização de materiais dos mais diversos formatos, oferecendo assim um maior número de possibilidades para o operador, podendo ser utilizada singularmente, ou em série.

Furadeira radial

Essa ferramenta é muito utilizada para realizar vários furos, pois possui um cabeçote móvel, que permite o reposicionamento da broca sem a necessidade de mover a peça. Devido a essa vantagem, o uso dessa ferramenta acelera o processo de produção, auxiliando no trabalho do operador. É destinada para o uso em grandes peças e múltiplas perfurações.

Furadeira múltipla de cabeçote único

Trata-se da aplicação de cabeçotes de vários mandris em tipos de furadeiras de coluna. Seu foco é trabalhar peças em série, que necessitam de perfurações em múltiplos pontos, tanto em um quanto em vários planos.

Furadeira múltipla de múltiplos cabeçotes

Nesses tipos de furadeiras, o ataque à peça perfurada é feito por mais de um cabeçote, excluindo a necessidade de reposicionar a peça toda vez que for preciso alterar o plano de perfuração. Auxilia no trabalho do operador pois é conhecida por poupar tempo devido à quantidade de cabeçotes.

Agora que você sabe o que é uma furadeira de bancada, para que serve e quais os tipos de ferramentas disponíveis no mercado, não deixe de compartilhar esse artigo nas suas redes sociais!


SOBRE O AUTOR
Geralfix
COMPARTILHAR:
Deixe seu comentário


Está sentindo falta de ter algumas ferramentas elétricas em casa? Além de quebrar...

Loja de Ferramentas em Curitiba A GERALFIX atua no mercado industrial há 16 anos,...

Existem tantos modelos de brocas disponíveis no mercado, que muitas vezes ficamos em...
All search results