O que é fragilização por hidrogênio? Descubra!

A fragilização por hidrogênio é um processo químico que afeta aços, soldas e fixadores, como os parafusos. Ela acontece por meio da diminuição da elasticidade e grande resistência à tração, o que pode causar o rompimento total do produto.

Esse é um problema muito comum em indústrias, oficinas e empresas com grandes maquinários. O empecilho em resolvê-lo está no fato de que nem todos entendem sobre o assunto e acabam por descobrir só depois que houve o rompimento do aço.

Fragilização por hidrogênio: como acontece

Naturalmente o hidrogênio é capaz de tornar o aço mais frágil. Isso acontece por conta da diminuição da elasticidade que ele causa: quanto mais hidrogênio o material tem, mais ele é suscetível a desenvolver trincas, também chamadas de “flocos”, responsáveis por romper o objeto totalmente. Pode acontecer em soldas, parafusos e outros maquinários com aço de alta resistência e ligas de titânio e alumínio.

Esse processo pode de diversas formas. As mais comuns são condições de trabalho, condições atmosféricas, quebra de lubrificantes orgânicos e processos de fabricação e tratamentos químicos. Condições de trabalho, soldagem por arco e operações de moagem em ambientes com muita umidade também podem ser responsáveis pela fragilização por hidrogênio.

Muito comum também é a fragilização causada por tratamentos eletroquímicos de superfícies, assim como limpeza por ácidos e eletrodeposição com correntes.

Ocorre, ainda, a fragilização por hidrogênio ambiental, uma vez que o elemento é muito presente no ar e acaba entrando na estrutura metálica do aço. 

Fragilização de hidrogênio em fixadores e parafusos

Fixadores e parafusos que passam por processos eletrolíticos e tratamentos superficiais também pode absorver o hidrogênio naturalmente. 

O problema é que quando absorção acontece em demasia, a resistência do parafuso ou da solda fica comprometida. Não existe como eliminar o problema totalmente, mas é possível diminuir os danos aos materiais.

Fragilização por hidrogênio: como evitar rupturas no aço

Veja abaixo de que forma você pode amenizar a fragilização.

Processo de desidrogenação

Para que o processo químico seja neutralizado, é importante que os elementos sejam aquecidos em um forno com temperaturas acima dos 200º após passar por processos eletrolíticos. O calor faz com que o hidrogênio seja eliminado da superfície protetora. O nome desse processo se chama desidrogenação. 

O ideal é que isso seja feito até uma hora depois do revestimento eletrolítico e antes da cromagem.

Fornecedores de confiança 

Outra forma de evitar a fragilização por hidrogênio é contar com lojas de ferramentas e fornecedores de confiança. Trabalhar com grandes marcas e ter comprometimento com a qualidade é a forma mais eficiente de evitar prejuízos e acidentes durante o trabalho.

Na hora de comprar seus fixadores, parafusos e outros acessórios, é importante fazer uma pesquisa e ver como a loja de ferramentas trabalha e quais as marcas que ela representa.

Se você quer evitar a fragilização por hidrogênio, comece procurando os produtos no e-commerce da Geralfix. Acessórios e elementos de qualidade e alta durabilidade. Clique aqui e confira!


SOBRE O AUTOR
Geralfix
Sua loja de ferramentas há mais de 17 anos no Mercado. Estamos à disposição de nossos clientes, disponibilizando produtos e serviços de alta qualidade e certificados pelas normas mundiais de segurança e resistência.
COMPARTILHAR:
Deixe seu comentário


Com tantas ferramentas disponíveis no mercado fica difícil entender e conhecer todos os...

Com tantas ferramentas disponíveis no mercado fica difícil entender e conhecer todos os...

Muitas vezes é preciso executar alguns reparos em casa que podem parecer um...
All search results